segunda-feira, 20 de setembro de 2010

MEMÓRIAS DA VELA ADAPTADA NO ALGARVE 2000 - 2003



Praia de Faro -Vela adaptada 2000

História da Vela Adaptada no Algarve
Conforme previmos no ano 2000, Portugal esteve finalmente representado na Vela nos Paralimpicos que decorreram no ano de 2008 na China.
A Vela Adaptada (nos moldes modernos) teve o seu início no Algarve em Dezembro de 2000.
Um empresário de Almancil, patrocinou um Curso de Vela Adaptada dirigido a Instrutores de Vela.
Para tal deslocaram-se ao Algarve dois Instrutores ingleses (e respectivas embarcações) para esta Acção de Formação.
A Formação decorreu no Centro Náutico na Praia de Faro, onde eu desempenhava, na altura, funções de Monitor de Vela, e já desenvolvia algumas actividades no Desporto Náutico Adaptado.
O Curso foi bastante interessante e produtivo, e no final os Instrutores ingleses propuseram-me iniciar no Algarve esta modalidade desportiva.
Os barcos adaptados ficaram no Algarve nos meses seguintes, tendo aproveitado para organizar demonstrações sobre o potencial Humano e Desportivo deste Projecto.
O arquitecto que desenhou estas embarcações deslocou-se ao Algarve, acompanhado pela Chairman da Instituição Australiana Sailability, participando na primeira grande apresentação e divulgação da Vela para Pessoas Deficientes.
Posteriormente, vários patrocinadores algarvios decidiram viabilizar a aquisição de três embarcações para iniciar a actividade na nossa região.
Comecei então a desenvolver a Vela Adaptada junto dos utentes da Associação Existir (Loulé) sempre em regime de voluntariado.
Mais tarde, Março de 2003, o Algarve recebeu o 1º. Encontro Nacional de Vela Adaptada que foi um sucesso.
A equipa Algarvia participou igualmente num Encontro a nível nacional na Nazaré, onde os nossos atletas conquistaram excelentes resultados.
Antes de terminar, quero agradecer aos professores de Educação Física, Luis (Cabanas de Tavira) e Inês (Alfandanga-Fuseta), ao Filipe Nascimento "Pimpim" (Faro) e sr. Mateus (Ameixial) que sempre me apoiaram neste Projecto.
Tive entretanto de me afastar desta iniciativa devido a incompatibilidade com horários profissionais, mas sei que a actividade foi relançada em Faro.